Alemanha amplia plano de crise por falta de gás

A guerra entre Rússia e Ucrânia fez mais uma vítima. A Alemanha, maior economia da Europa está, oficialmente, com falta de gás natural e escala um plano de crise para preservar o abastecimento antes do inverno, enquanto a Rússia diminuiu a distribuição de gás.

Na quinta-feira, dia 23, a Alemanha ativou a segunda fase de seu programa de emergência de gás, composto por três etapas, e agora está um passo mais próxima de começar a racionar suprimentos para a indústria — medida que seria um grande golpe para a economia alemã. Em uma coletiva em Berlim, o ministro da Economia, Robert Habeck, pediu aos alemães que reduzam seu consumo como parte de um esforço nacional para se preparar para os “próximos meses de inverno”.

Doze países da União Europeia foram afetados até agora por cortes no fornecimento de gás russo, segundo o chefe de política climática do bloco, Frans Timmermans.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.