Corinthians segue negociando acordo para pagamento de dívida da Neo Química arena

No começo dessa semana, membros do Conselho de Orientação da diretoria do Corinthians analisaram os termos do novo acordo para a quitação do empréstimo junto ao BNDES para a construção do estádio Neo Química arena, e recomendaram, por unanimidade, a aprovação.

O clube e a instituição financeira negociam a ampliação na carência do pagamento do financiamento da Neo Química Arena. Pelo novo acordo, o clube voltaria a pagar os juros em 2023, e a partir de 2025, começaria a pagar as parcelas anuais.

O Corinthians conseguiu um empréstimo de R$ 400 milhões em 2013 para a construção da arena, e segundo o site “Meu Timão”, o valor total da dívida agora é de R$ 611 milhões. Destes, R$ 300 milhões serão abatidos com a receita dos naming rights da Arena ao longo dos próximos 20 anos, pagos pela Hypera Pharma, e o restante deverá ser pago pelo Timão até 2041.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.