Ex-ministro da educação de Bolsonaro foi preso

A Justiça Federal negou o pedido da defesa para a permanência em São Paulo do ex-ministro da Educação, Milton Ribeiro, preso pela Polícia Federal nesta quarta-feira, dia 22, em Santos, no litoral paulista.

Na decisão, o juiz Renato Borelli, da 15ª Vara Federal, determinou a imediata transferência do ex-ministro para Brasília. O ex-ministro do governo Jair Bolsonaro foi preso no âmbito de uma operação, batizada de Acesso Pago, que investiga a prática de tráfico de influência e corrupção na liberação de verbas do FNADE – Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação, órgão ligado ao Ministério da Educação.

De acordo com os investigadores, 13 mandados de busca e apreensão foram cumpridos, além de mandados de prisão para cinco pessoas nos estados de Goiás, São Paulo e Pará, além do Distrito Federal.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.