Gaeco investiga organização por lavagem de dinheiro e exploração de jogos de azar

O Gaeco – Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado, do Ministério Público, cumpriu hoje, quarta-feira, dia 22, 76 mandados de busca e apreensão contra uma organização investigada por lavagem de dinheiro e exploração de jogos de azar no país.

As ordens judiciais foram cumpridas no âmbito da Operação Noteiro, em 19 municípios no estado de São Paulo, com ao menos 33 pessoas investigadas, além de algumas empresas. A suspeita é de que, em quase cinco anos, o grupo movimentou em torno de R$ 170 milhões obtidos ilegalmente. Segundo o Ministério Público, a organização criminosa recorria a transações financeiras entre diferentes empresas para acobertar recursos obtidos por meio de jogos de azar.

Além dos mandados de busca, a Justiça autorizou o bloqueio de contas bancárias, veículos e imóveis dos investigados.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.