Japão segue com proibição de casamento LGBTQIA+

Um tribunal japonês decidiu, nesta segunda-feira, que a proibição do casamento entre pessoas do mesmo sexo é constitucional, representando um revés para ativistas de direitos LGBTQIA+ no único país do G7 que não permite que pessoas do mesmo sexo se casem.

A decisão frustra as esperanças dos ativistas de aumentar a pressão sobre o governo japonês para resolver a questão depois que um tribunal na cidade de Sapporo, em março de 2021, decidiu que era inconstitucional não permitir o casamento entre pessoas do mesmo sexo.

O tribunal de Osaka disse que o casamento foi definido como sendo apenas entre gêneros opostos e que não houve debate suficiente sobre o casamento entre pessoas do mesmo sexo na sociedade japonesa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.