Natação brasileira conquista resultado inédito em Mundial de natação

Na natação brasileira ficou longe da briga por medalhas no Mundial de Esportes Aquáticos de Budapeste, na Hungria, mas celebrou dois resultados inéditos entre as mulheres.

Stephanie Balduccini terminou os 100m livre na 10ª posição, melhor colocação da história de uma brasileira na prova em Mundiais, e ainda fez a melhor marca da carreira, com 54s10. A atleta de apenas 17 anos também ajudou o revezamento 4x200m livre brasileiro a alcançar pela primeira vez uma final de Mundial. Contando também com Giovanna Diamante, Aline Rodrigues e Maria Paula Heitmann, o Brasil acabou na sexta posição, com 7min58s38.

Susto

Um susto do mundial ficou por conta da americana Anita Álvarez que teve um quadro de exaustão ao fim de sua apresentação na final do solo livre de nado artístico e precisou ser socorrida. Ela foi retirada da piscina de maca e levada ao centro médico da arena sob aplausos dos torcedores. Anita conseguiu concluir sua série e por isso recebeu 87.6333 pontos, que lhe renderam a sétima colocação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.