Organizadores da Parada do Orgulho LGBT+ de São Paulo recebem ameaças

A Associação da Parada do Orgulho LGBT+ de São Paulo confirmou ontem que os organizadores do evento receberam ameaças de morte e de atentados contra o evento, que ocorrerá no próximo domingo, dia 19 de junho.

A organização acusou o recebimento de um e-mail com conteúdo LGBTfóbico e ameaças contra a vida dos organizadores e participantes da Parada, e informou ter aberto um Boletim de Ocorrência contra os remetentes, que não tiveram os nomes divulgados. Além da denúncia, a Associação também alertou a Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania e a Secretaria da Justiça e Cidadania do Estado de São Paulo.

A Vigésima sexta edição da Parada do Orgulho LGBT+ acontecerá na Avenida Paulista, após dois anos sem eventos presenciais devido a pandemia, e contará com a apresentação de artistas como Pabllo Vittar, Luísa Sonza, Pocah, Mc Rebecca e Liniker.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.