Polícia Federal prende terceiro homem acusado de participação na morte de indigenista e jornalista

A Polícia Federal informou na manhã de sábado, que Jefferson da Silva Lima, conhecido como “Pelado da Dinha”, se entregou na Delegacia de Polícia de Atalaia do Norte, região do Vale do Javari, oeste do Amazonas. Ele é o terceiro suspeito de envolvimento nos assassinatos do indigenista Bruno Pereira e do jornalista britânico Dom Phillips.

Lima tinha um mandado de prisão expedido pela Justiça do Amazonas e estava foragido. Além dele, estão presos por envolvimento na morte e na ocultação dos corpos os pescadores Oseney da Costa de Oliveira, conhecido como Dos Santos e Amarildo da Costa Pereira, o Pelado. Até o momento, apenas Amarildo confessou o crime.

Segundo os autores do crime, a motivação do assassinato de Bruno e Dom teria sido a atuação deles na denúncia de acesso e exploração ilegal da reserva indígena do Vale do Javari, a segunda maior do país, com mais de 8,5 milhões de hectares.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.