PSOL está pressionando PT por maior participação em eleição de São Paulo

Sem uma sinalização clara sobre a vaga que ocupará nas eleições deste ano, em São Paulo, lideranças do Psol tem dito que poderão abandonar apoio a Fernando Haddad (PT) e lançar uma candidatura própria ao governo, o que também acarretaria endereçar lançar um nome para disputa ao Senado.

O ativista Guilherme Boulos (Psol) decidiu sair da disputa e ajudar o partido na disputa à Câmara, com aval de petistas para receber apoio como candidato à prefeitura em 2024.

Enquanto isso o PT está trabalhando para fechar acordo com o PSB, e tentam convencer o ex-governador de São Paulo, Márcio França (PSB) a desistir da disputa. No PSB, um nome já cogitado para vice de Fernando Haddad é o do ex-prefeito de Campinas, Jonas Donizette.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.